6 hábitos que escurecem as axilas e o que fazer para clareá-las

Descubra os comportamentos que causam escurecimento na região e encontre soluções para resolver a condição

Maio 28, 2024 - 20:30
 0  7
6 hábitos que escurecem as axilas e o que fazer para clareá-las

O escurecimento das axilas é um problema comum que pode causar desconforto e afetar a autoestima. Diversos hábitos diários podem contribuir para essa condição, mas, felizmente, há medidas que podem ser tomadas para clarear a pele nessa área. Confira, a seguir, 6 hábitos que podem escurecer as axilas e o que você pode fazer para clareá-las:

1. Depilação frequente com lâmina

O uso frequente de lâminas para depilação pode causar irritação na pele, resultando em inflamação e escurecimento das axilas. A lâmina pode causar microcortes e fricção, estimulando a produção de melanina como resposta inflamatória.

Considere métodos de depilação menos agressivos, como a depilação com cera. Ela deve ser feita com profissionais adequados para não haver problemas. “A industrialização dos produtos é rigorosa. Há uma checagem da qualidade das matérias-primas, rigor no processo. E os produtos são testados e validados. A cera caseira pode trazer danos aos clientes, por isso, não deve ser utilizada”, diz a biomédica especialista em biossegurança Daniela Pontes.

2. Uso excessivo de desodorantes e antitranspirantes

Desodorantes e antitranspirantes contêm químicos que podem causar irritação e pigmentação na pele. Ingredientes como álcool e fragrâncias fortes podem desencadear reações adversas.

Opte por desodorantes sem álcool e sem fragrância ou produtos naturais. Outra alternativa é usar desodorantes à base de bicarbonato de sódio ou óleo de coco, que são menos agressivos para a pele.

3. Fricção

A fricção constante da pele, especialmente em roupas apertadas, pode causar irritação e escurecimento das axilas. A pele sensível da região pode reagir à abrasão com hiperpigmentação. Use roupas mais soltas e de materiais naturais, como algodão, que permitem que a pele respire e reduzem a fricção.

O aumento da transpiração pode promover o escurecimento das axilas Imagem: Vectorium | Shutterstock

4. Suor excessivo

O suor excessivo pode contribuir para o escurecimento das axilas, pois cria um ambiente úmido que favorece a proliferação de bactérias e fungos. A presença desses microrganismos pode levar a infecções e inflamações. “A hiperidrose primária, o tipo mais comum, caracteriza-se por uma sudorese excessiva localizada nas regiões palmoplantar e/ou axilas”, explica  o dermatologista Mario Chaves.

Mantenha a área limpa e seca, lavando as axilas regularmente com sabonetes antibacterianos. Use antitranspirantes eficazes e considere tratamentos médicos, como a aplicação de toxina botulínica, se o suor excessivo for um problema persistente.

5. Obesidade

O excesso de peso pode causar dobras de pele e aumento da fricção, contribuindo para o escurecimento das axilas. A obesidade também pode estar associada a condições como a acantose nigricans, que causa hiperpigmentação em áreas de dobras de pele.

Manter um peso saudável por meio de dieta equilibrada pode ajudar a reduzir a fricção e melhorar a aparência da pele. Segundo a Dra. Ana Maria Pellegrini, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, “dietas menos inflamatórias diminuem a degradação do colágeno, que mantém nossa pele mais firme”.

6. Alterações hormonais

Alterações hormonais, como as que ocorrem durante a gravidez ou devido a condições como a síndrome dos ovários policísticos, podem causar hiperpigmentação nas axilas. Consulte um médico para tratar possíveis desequilíbrios hormonais. Em alguns casos, tratamentos tópicos prescritos por um dermatologista podem ser necessários para clarear a pele.

Qual é a sua reação?

like

dislike

love

funny

angry

sad

wow